Paisagens noturnas: dicas para fotografar paisagens em baixa luz

Leia em 6 minutos!

A luz é a matéria-prima da fotografia, então porque fotografamos nas horas em que ela é mais rara?

A condição luminosa ideal é aquela em que o Sol vai se pondo pouco a pouco. Aquela luz é sutil, suave e produz um efeito que já seduz até os olhares menos treinados. A fotografia de paisagem é desafiadora porque a luz está constantemente em mudança, dependendo sempre do local, da hora, da estação e do clima. Pensou que fosse fácil? Pois é, não é bem assim!

Ao clicar nunca temos certeza do que o visor da câmera vai mostrar, mesmo que tenhamos já bastante experiência. O principal elemento para uma boa fotografia em baixa luz não é aquilo que você vê, é justamente o contrário, é aquilo que você não pode ver. Olhar para o mundo depois que o Sol se põe através de uma câmera é totalmente diferente, porque você não vê mais as cores de outrora, dos prédios, do verde das matas, do piso, da areia, do mar.…

Quando a luz está muito, muito baixa, chute! Pode ser que a foto saia linda!

paisagem noturna de Fortaleza – @ytadecastrofotografia

Quais equipamentos devo ter para fotografar paisagens em baixa luz?

Bem gente, 5 equipamentos são essenciais. Eu costumava usar quando fazia minhas saídas noturnas:

  1. Tripé: Sem sombra de dúvidas o tripé é essencial. Que não dê trabalho de montar, que seja rígido e que não balance com o vento. Ele vai ser seu terceiro braço!
  2. Disparador remoto: Outro amigo para sua jornada, compre um. Alguns são bem baratos. Tem com cabo ou sem cabo. É essencial para longas exposições. Vai te poupar ficar parado ali com o dedo no botão.
  3. Um celular: Ahhhh! Esse você já tem! Bem, nele você pode instalar aplicativos úteis como horários lunares, solares, comportamento das marés e etc.…. Veja o Sun Suveyor. Seu celular servirá também como lanterna para quando quiser fazer um light painting.
  4. Objetiva grande-angular: Tem que ter! Pode ser uma 17-70mm.
  5. A câmera: Bem, de preferência uma daquelas em que podemos elevar o Iso sem causar grande granulações. Por exemplo: Nikon d810. Mas você pode fazer com uma câmera de entrada!

Noite no Porto – Portugal – @ytadecastrofotografia

Planejamento

Planeje o que quer fotografar, vá para o local, observe, pegue a câmera e ainda com suas mãos faça algumas fotos em alguns ângulos para notar qual será o mais bonito, escolha o ponto e monte o tripé. Espere o momento certo e dispare!

Cidade de Fortaleza vista a partir do mar | Yta de Castro

Lembre-se que em fotografia de paisagem queremos que tudo fique nítido, não é? Então para isso usamos aberturas com número f maiores, como f/16 a f22 e velocidades baixas entre 10 segundos e 2 minutos. Se você não sabe o que é número f e velocidades baixas precisa aprender! Sorte sua que vou te indicar meu curso de fotografia AQUI.

Dicas

Algumas dicas são essenciais para quem está começando a fotografar paisagens. Confira algumas:

  • Vai para pro mar? Decida se quer a maré alta ou baixa e onde o sol vai nascer em relação sua posição;
  • Quer paisagem urbana? Você vai encontrar mais edifícios iluminados a noite do que nas primeiras horas da manhã, pois as pessoas estarão acordadas e haverá também movimentação de pessoas nas ruas e aí sua exposição será maior, talvez de vários segundos;
  • Evite objetos muito claros em primeiro plano, pois eles chamam atenção;
  • Suas ferramentas serão a luz, as sombras e a temperatura de cor;
  • O melhor horário é do final e do início do dia;
  • Um filtro de densidade neutra (ND) é interessante durante uma sessão com um pouco mais de luz, para poder deixar o tempo de exposição mais lento.

Outros cessórios que você pode precisar:

  • Lanterna: uma lanterna vai ser útil para ajudar a iluminar o cenário e ajustar as configurações da câmera no escuro;
  • Bateria extra: em condições de baixa temperatura, a bateria da câmera pode descarregar rapidamente, então tenha uma bateria extra à mão, se puder mais de uma!;
  • Lentes de grande-angulares: capturam mais do cenário noturno em uma única imagem;
  • Luz de LED portátil: uma ou várias podem ser usadas para iluminar elementos específicos da paisagem e ajudar a criar efeitos de luz interessantes.

Uma última dica é fazer suas fotos de paisagem em RAW, depois você pode processá-las no Lightroom ou Photoshop do jeito que preferir!

Então é isso! Gostou desse artigo? Te ajudou? Compartilhe com seus amigos entusiastas, tenho certeza que alguns deles vão amar!

Você pode ver também:

yta-castro
yta-castro

Yta de Castro

Fotógrafa de casais e família desde 2011 com milhares de trabalhos já realizados! Que tal eu fotografar você?

Posts mais recentes:

Gostou do conteúdo?

Receba as Novidades no E-mail

Gostou do conteúdo?

Você também pode Gostar:

plugins premium WordPress